1 de setembro de 2003:

Amados:

QUE A GRAÇA E A PAZ DE CRISTO ESTEJAM SOBRE VOCÊS E SUAS FAMÍLIAS.

Não sou um Jeremias, mas por alguns anos tenho agido como o vigia sobre as muralhas, avisando quanto a julgamentos iminentes. No entanto, tenho pregado que os julgamentos de Deus são sempre para redenção. Ele é um Deus de amor que às vezes precisa remir e corrigir um povo pecador através da disciplina.

Recentemente, tenho pregado que Deus está prestes a realizar algo novo e glorioso. Esse algo novo está além de um reavivamento, além de um despertamento. Trata-se de uma obra divina que Ele inicia unicamente quando não pode mais suportar a profanação do Seu santo nome. Chega uma hora quando Deus determina que Sua palavra foi tão pisoteada na lama, que as abominações contaminaram de tal maneira o que é chamado "igreja", que Ele precisa se levantar e defender o Seu nome diante de um mundo perdido.

"Em favor do Seu nome", Deus fará duas obras poderosas. Primeiro, Ele vai purificar as nações e a Sua igreja com tremendos julgamentos redentores. Ele vai parar a invasão de Sua igreja pelos homossexuais e pelos charlatões; irá purificar e limpar o ministério, e levantar sacerdotes segundo o Seu próprio coração.

Segundo, Deus vai glorificar o Seu santo nome com uma grande intervenção de misericórdia. Ao cumprirem-se os estertores da agonia, Deus fará um salvamento através de uma "volta" sobrenatural de um remanescente para Si. O que Ele fez por Israel quando este foi julgado, Ele fará novamente nos dias porvir. Vocês podem ler tudo isso em Ezequiel 36:21-38. Resumido, isto é o profetizado:

"Mas eu os poupei por amor do meu santo nome, que a casa de Israel profanou entre as nações...Não é por vosso respeito que eu faço isto...mas pelo meu santo nome...as nações saberão que eu sou o Senhor...espalharei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícies. E vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo. Farei que andeis nos meus estatutos. E vos livrarei de todas as vossas imundícies. Não é por amor de vós que eu faço isto. (v. também Ezequiel 20: 22, 24). "O que fiz (salvei)...foi por amor do meu nome, para que não fosse profanado diante dos olhos das nações" (Ezequiel 20:14).

Compartilharei mais desta revelação em mensagens futuras. Para o povo de Deus, dias gloriosos estão chegando. Não temam. O nome santo de Deus, e a Sua pura palavra serão defendidos. Algo maior que reavivamento está chegando. Deus diz: "Farei coisa nova". E tem a ver com a restauração da glória do Seu nome - a glória que está em Cristo, o Senhor.

Segundo as escrituras, ao compartilhar a verdade com vocês, é correto e agradável a Deus que compartilhem conosco - tanto através da oração como dando para a Sua causa nessa cidade necessitada.

Servindo a Ele,

DAVID WILKERSON
DW:bbm 11.8.03